Reeducação alimentar – aprendendo a se alimentar saudavelmente

Decidir fazer uma reeducação alimentar não é nada fácil! Em primeiro lugar a sua disposição em deixar sua vida antiga cheia de alimentos com carboidratos e colesterol tem que ser muito grande, a partir desse momento serão muitos sacrifícios.

Mas não se esqueça que o resultado final compensará qualquer sacrifício que terá feito no decorrer do percurso por uma vida mais saudável e satisfeita com o seu corpo. Aprenda mais sobre reeducação alimentar e descubra o porquê esse procedimento é considerado tão saudável.

Porque a reeducação alimentar é saudável?

A reeducação alimentar é a mudança de alguns hábitos que prejudicavam a saúde ou até abalavam a autoestima.

Este procedimento faz com que tudo no corpo funcione da maneira correta. A qualidade das refeições e o período que elas são feitas ajudam a dar o tanto de nutrientes necessários ao corpo.

Além disso, se pode dizer que essa é a maneira certa de emagrecer, pois dá tempo do corpo acostumar com toda a transformação que esta sendo sofrida, sem contar os vários benefícios que traz.

Confira agora alguns desses benefícios:

  1. Elimina as probabilidades de se ter o efeito sanfona;
  2. Ajuda na hidratação da pele;
  3. Previne o aparecimento de rugas precoces;
  4. Ajuda na regulamentação do transito intestinal;
  5. Ajuda no crescimento do cabelo e unhas;
  6. Previne doenças cardíacas e respiratórias;
  7. Proporciona mais disposição e dá mais energia;
  8. Emagrecimento.

Esses são apenas alguns dos benefícios que podem ser listados.

Como fazer reeducação alimentar

A primeira coisa a se fazer é se propor realmente a reeducação alimentar, nada de loucuras ou de querer emagrecer rápido, nada de voltar atrás e ter a mesma vida de antes.

Comprometimento é o principal dos fatores que ajudam na busca do resultado almejado.

O segundo passo é mudar a alimentação; no começo a fome será algo absurdo, mas com o tempo o estomago acaba acostumando com tanto de alimento.

O terceiro passo é colocar horários em todas as refeições, pois como muitos já sabem o certo que haja uma refeição a cada 3 horas. Por horário nas refeições é necessário, pois o cérebro entende que há mais energia no corpo, a partir daí tudo começa a melhorar como a flora intestinal, a circulação sanguínea e até a pele fica mais bonita.

O quarto passo é ficar de olho para não fugir do padrão que foi estabelecido acima.reeducação-alimentar

A verdade é que quem faz reeducação alimentar terá que tomar sempre cuidado para não deslizar em nenhuma das outras etapas acima e lembre-se quanto você já sofreu para chegar até esse resultado e o quanto já conquistou, é como se você tivesse fazendo uma chantagem com o seu cérebro, muitas das vezes funciona.

Também existe uma noção que você deve ter, como quando esta com fome ou é apenas a ansiedade e nervosismo te deixando com vontade de comer. Sim há uma diferença bem grande entre fome e vontade de comer, então fique atento ao que você esta sentindo no momento.

Cardápio

Existem regras básicas que deverão ser tomadas de agora por diante, como tomar muito líquido, ingerir alimentos que não são fritos ou empanados.

Logo abaixo tem alguns dos alimentos que devem compor seu cardápio a partir de agora.

FRUTAS CEREAIS CARNES LEGUMES VEDURAS
Abacaxi Biscoito de maizena Peixes Ervilha Repolho
Morango Biscoito de água e sal Ovo de codorna Feijão cozido Alface
Manga Arroz cozido Siri Lentilha Rúcula
Pêra Pão de forma Lingüiça calabresa soja Espinafre
Banana Biscoito club social Ovo de galinha Grão de bico Brócolis

 

Esses são alguns dos alimentos que podem ser usados na reeducação alimentar, então aproveite e viva com saúde. E você, o que acha da reeducação alimentar? Também acha que é o método mais saudável para emagrecer? Comente! Vamos adorar saber a sua opinião!

Claudio José Bueno

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *